Segundo Livro das Crônicas (2Cr) - Capítulo 31

1REORGANIZAÇÃO DO CULTO POR EZEQUIAS
Estando tudo terminado, os israelitas presentes partiram para as cidades de Judá, reduziram a pó as pedras memoriais, derrubaram os postes sagrados e destruíram totalmente os lugares altos, bem como todos os altares em Judá e Benjamim, Efraim e Manassés. Depois os israelitas voltaram cada qual para suas propriedades, nas respectivas cidades.
2Ezequias designou às diversas classes de sacerdotes e levitas seus respectivos postos e a cada um dos sacerdotes e levitas as suas tarefas, na imolação dos holocaustos e dos sacrifícios de comunhão, no serviço e na ação de graças e o louvor junto às portas do acampamento do Senhor.
3O rei destinou parte de suas propriedades para os holocaustos, tanto para os de cada manhã e de cada tarde, como para os dos sábados, das luas-novas e das festas, como está prescrito na Lei do Senhor.
4Ele ordenou ao povo que habitava Jerusalém entregar as contribuições aos sacerdotes e aos levitas, para que estes pudessem dedicar-se integralmente ao cumprimento da Lei do Senhor.
5Quando esta ordem se espalhou, os israelitas ofereceram em abundância as primícias do trigo, do vinho, do azeite, do mel e de todos os produtos do campo. Pagaram também o dízimo de tudo, em abundância.
6E os israelitas que moravam nas cidades de Judá entregaram o dízimo de bois e ovelhas e trouxeram as ofertas votivas, que foram consagradas ao Senhor seu Deus e depositadas em pilhas, uma ao lado da outra.
7No terceiro mês começaram a estocar e no sétimo mês terminaram.
8Quando Ezequias e os notáveis chegaram e viram aqueles montões, louvaram o Senhor e Israel, seu povo.
9E quando Ezequias perguntou aos sacerdotes e levitas a respeito daqueles montões,
10Azarias, o chefe dos sacerdotes, da família de Sadoc, respondeu: ?Desde que começou a entrega das contribuições à Casa do Senhor, estamos comendo à vontade e ainda sobra bastante, pois o Senhor abençoou o povo e é por isso que sobrou tanta coisa?.
11Então Ezequias deu ordem para construir salas de depósito na Casa do Senhor, o que se fez.
12Depois as contribuições, os dízimos e as ofertas votivas foram entregues religiosamente e a guarda das mesmas foi confiada ao levita Conenias, cujo imediato era seu irmão Semei.
13Jaiel, Azarias, Naat, Asael, Jerimot, Jozabad, Eliel, Jesmaquias, Maat e Banaías eram funcionários às ordens de Conenias e seu irmão Semei, por determinação do rei Ezequias e de Azazias, prefeito da casa de Deus.
14O levita Cora filho de Jemna, guarda da porta oriental, cuidava das ofertas oferecidas voluntariamente a Deus; cumpria-lhe dar o destino devido ao que era reservado ao Senhor e às coisas sacrossantas.
15Era auxiliado por Eden, Miniamin, Jesua, Semeías, Amarias e Sequenias nas cidades sacerdotais, na tarefa de fazer as distribuições entre os irmãos, segundo as classes, sem distinção entre grandes e pequenos,
16contanto que estivessem registrados como sendo do sexo masculino, de três anos para cima, enfim, a todos aqueles que diariamente iam à Casa do Senhor para prestar serviços, segundo as funções e classes.
17O registro dos sacerdotes era feito segundo as origens familiares e os dos levitas, de vinte anos e mais, segundo as funções e classes.
18Foram registrados com todos os dependentes, mulheres, filhos, filhas, em cada assembléia, pois deviam com toda a dedicação consagrar-se ao que é sagrado.
19Quanto aos descendentes de Aarão, os sacerdotes que moravam nas terras comunitárias em torno das cidades, havia em cada cidade homens designados nominalmente para entregar, a cada indivíduo masculino dentre os sacerdotes e levitas registrados, a parte que lhe cabia.
20Assim procedeu Ezequias em todo Judá. Ele fez o que era bom, reto e verdadeiro diante do Senhor seu Deus.
21Em todos os seus empreendimentos, no que se refere ao serviço da casa de Deus, à lei e aos mandamentos, ele não procurou senão a vontade de seu Deus, de todo o coração, e foi bem sucedido.

Capítulos