Livro dos Provérbios (Pr) - Capítulo 22

1O PRÊMIO DA VIRTUDE
Mais vale o bom nome do que muitas riquezas; acima do ouro e da prata, o bom acolhimento.
2O rico e o pobre se encontram: a ambos, o Senhor é quem os fez.
3O esperto vê o mal e se esconde; os ingênuos vão em frente e sofrem dano.
4Prêmio da humildade é o temor do Senhor, a riqueza, a glória e a vida.
5No caminho do perverso há espinhos e laços; quem é cauteloso passa longe deles.
6Ensina o adolescente quanto ao caminho a seguir; e ele não se desviará, mesmo quando envelhecer.
7O rico manda nos pobres; quem toma emprestado torna-se escravo de seu credor.
8Quem semeia a iniqüidade colherá desgraças e pela vara dos seus excessos será aniquilado.
9Quem é generoso será abençoado, pois repartiu seu pão com o pobre.
10Expulsa o zombador, e com ele sairá a contenda; e cessarão as demandas e ofensas.
11Quem ama a pureza de coração, pela graça de seus lábios terá o rei por amigo.
12Os olhos do Senhor guardam o conhecimento, e por ele são confundidas as palavras do malvado.
13Diz o preguiçoso: ?Um leão está lá fora, serei morto no meio da rua...?
14Cova profunda é a boca da estranha: cai nela aquele contra quem o Senhor está irado.
15A insensatez está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a porá em fuga.
16Oprimes o pobre? ? Ele aumentará a sua riqueza. Dás ao rico? ? Tu mesmo acabarás pobre.
17PRIMEIRA COLEÇÃO DOS SÁBIOS - PRÊMIO
Inclina o ouvido e escuta as palavras dos sábios e aplica o coração ao meu conhecimento:
18essas palavras te serão preciosas, desde que as guardes no teu íntimo e elas transbordem de teus lábios.
19Para que no Senhor esteja a tua confiança, eu as ensino para ti hoje.
20Acaso não as registrei para ti há três dias, em pensamentos e conhecimento,
21para mostrar-te a firmeza das palavras da verdade, a fim de poderes dar resposta a quem te enviou?
22REGRAS DIVERSAS
Não faças violência ao pobre por ser pobre, nem oprimas o indigente no tribunal,
23porque o Senhor assumirá a causa deles e tirará a vida aos que os roubam.
24Não sejas amigo de quem é raivoso e não andes com gente violenta,
25para não suceder que aprendas as suas manhas e venhas a causar ruína a ti mesmo.
26Não te associes com aqueles que se comprometem em negócios e que ficam por fiadores de dívidas;
27porque, se não tiveres com que pagar, não tomariam por isso até a tua cama?
28Não removas os marcos antigos que teus antepassados fixaram.

Capítulos